sexta-feira, 23 de junho de 2017

Meditação - Mês do Sagrado Coração de Jesus - 23º dia


Aproximemo-nos do Altar; ali acharemos o Coração de Jesus oferecendo-se por nós


    A ação mais santa, mais sublime que existe, é a santa Missa. Deus mesmo não pode fazer que haja ação mais santa do que esta. Todos os sacrifícios da antiga lei não foram senão sombra e figura dela. Santo Agostinho nos faz notar que o sacrifício da Missa não é menos eficaz hoje diante de Deus que a oblação que Jesus fez de si na Cruz, quando o sangue e a água correram da chaga do seu Coração. E porque? Ah! é que a Missa é o sacrifício do corpo e sangue do Filho de Deus, e por conseguinte, sacrifício perfeito, supremo, infinito. Sim, a instituição do augusto sacrifício da lei nova é a maior, a mais espantosa de todas as maravilhas inventadas pelo amor do Coração de Jesus! E que faz na Missa esse Coração Divino? Primeiro, oferece a seu Pai adorações dignas Dele. Todas as honras que tem dado a Deus os anjos por suas homenagens e os homens por suas virtudes, suas austeridades, seus martírios e suas santas obras, não puderam dar-lhe tanta gloria como uma só Missa; porque todas as honras que provém das criaturas são honras finitas, ao passo que a honra que resulta para Deus do sacrifício de nossos altares, sendo-lhe tributada pelo Coração d'um Deus, é infinita. É então a obra mais santa, mais divina e mais agradável a Deus. 
    Incapazes somos de agradecer a Deus, como Ele merece, os inúmeros benefícios a nós prodigalizados; mas consolemo-nos: O Coração de Jesus na Missa lhe dá por nós dignas ações de graças. Este divino sacrifício, diz Santo Irineu, foi instituído precisamente a fim de Podermos pagar a Deus a divida de nosso reconhecimento. Este divino Coração na Missa aplaca também a ira de Deus. Desgraçados de nós, se não tivéssemos este grande sacrifício para impedir que a divina justiça nos inflija os castigos que nossos pecados merecem! porque o sacrifício das vidas de todos os homens e de todos os anjos não poderia satisfazer dignamente a justiça de Deus por uma só falta cometida por uma criatura contra seu Criador; só o Coração de Jesus pode satisfazer por nossos pecados. Cada vez que se celebra a Missa, ele oferece a seu Pai seus merecimentos infinitos, e então o Senhor é levado a conceder aos pecadores a luz e a força necessárias para se arrependerem, e dai o perdão de seus pecados.
    Durante a Missa podemos enfim obter para nós e para os outros todos os favores que desejamos. Sem dúvida, somos indignos de receber graças; mas o Coração de Jesus as merece por nós. Ele mesmo nos deu o meio de obte-las: é pedi-las em seu nome, oferecendo sua pessoa ao Pai Eterno, no sacrifício da Missa; porque então ele se une a nós e roga conosco. Se soubesseis que quando orais ao Senhor, a Mãe de Deus e todo o paraíso se une a vós para apoiar vossa súplica, com que confiança a não apresentarieis? Pois bem! Quando assistis á Missa para pedir a Deus alguma graça, o Sagrado Coração de Jesus, cujas orações valem infinitamente mais que as do paraíso inteiro, ora por vós e oferece em vosso favor os merecimentos de sua Paixão. 
    Numa palavra, a Missa é, segundo a expressão do profeta Zacharias, o que há de mais excelente e belo na Igreja; ela é que nos dá a santa Eucaristia, fim e consumação de todos os outros sacramentos; ela, a que nos dá o Coração de Jesus; ela, o epilogo de todo o amor divino e de todos os benefícios de que Deus cumulou os homens.

Prática

    Quero e proponho revestir-me do espirito de sacrifício e devotamento. O Coração de um Deus que se imola para mim cada dia, não merece que eu me sacrifique e me mole por ele? Pois bem! que vou fazer por Deus, por meu próximo, pelos pobres, pelas almas do purgatório? 

Afetos e Súplicas

    Pai eterno, hoje vos ofereço todas as virtudes, todos os atos, todos os afetos do Coração de vosso amadissimo Jesus. Aceitai-os por mim; e por seus merecimentos que me pertencem, pois ele m'os deu, concede-me as graças que ele vos pede para mim. Eu vos ofereço estes merecimentos, para vos agradecer tantas misericórdias que me tendes feito. Ofereço-os também para satisfazer-vos pelo que vos devo por meus pecados. Por estes merecimentos, enfim, espero de vós todas as graças, o perdão, a perseverança, o paraíso, e mais que tudo, o dom supremo de vosso amor. Bem sei, que sou eu que ponho obstaculo a vossa graça: mas dignai-vos ainda remediar este mal; em nome de Jesus Cristo vo-lo peço; ele nos prometeu que nos concedereis tudo o que vos pedirmos em seu nome; não podeis então m'a recusar. Todo o meu desejo, ó meu Deus, é amar-vos, dar-me inteiramento a vós, e não ser mais ingrato para convosco, como até o presente fui. Escutai-me, atendei minha suplica: fazei que este dia seja o de minha inteira conversão; fazei que, a partir d'este momento, não cesse eu de vos amar. Oh! eu vos amo, meu Deus, eu vos amo, bondade infinita, eu vos amo, meu amor, meu paraíso, minha felicidade, minha. vida, meu tudo!

Oração Jaculatória

    Coração de Jesus, vítima de amor, ofereço-vos em sacrifício minha alma, minha vontade e minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário